O que é ux design e qual a sua importância?

Primeiro vou começar fazendo uma pergunta: Quantas vezes você viu um layout (site, flyer, banner, etc) onde as informações não estavam claras?

A resposta é que pelo menos uma vez na vida você viu algum conteúdo onde as informações não estavam distribuídas de forma eficiente e você teve que ir atrás das informações que você desejava, ou até mesmo perdeu o interesse sobre um determinado assunto, devido ao fato de não conseguir encontrar as informações na hora certa. Isso é o que acontece quando quem produziu o layout não pensou na experiência do usuário.

O UX DESIGN (Design de Experiência do Usuário, ou User Experience Design) nada mais é do que uma forma de você pensar, avaliar, e executar ações focadas na experiência dos usuários.

Quando pensamos como empresa, buscamos entender como podemos impactar a vida dos nossos clientes, como os nossos produtos serão capazes de suprir as suas necessidades, também pensamos assim quando fazemos DESIGN, nós pensamos em como será a experiência do usuário, o que ele precisa, qual a forma mais eficiente de execução e como tornar a sua usabilidade o mais agradável possível.

Uma boa experiência é sempre lembrada e o melhor ela é compartilhada, você já ouviu falar daquele ditado que a melhor propaganda é a “boca a boca”? Pois é exatamente isso, quando nos deparamos com uma boa experiência gostamos de compartilhar com os nossos conhecidos, amigos e familiares, já uma experiência ruim nós também compartilhamos, porém de forma negativa.

 

ETAPAS PARA A CRIAÇÃO DO CONCEITO DE UX DESIGN

Pensando no usuário e na sua experiência algumas etapas são fundamentais para a realização do UX DESIGN. Para facilitar seu entendimento, escolhemos dividir o UX em cinco passos:

  1. Persona: O primeiro passo é se colocar no lugar do seu usuário e ver o que ele precisa, onde, como e o que. Após você criar um perfil para o seu usuário o desenvolvimento do conceito será muito mais fácil, porque você terá uma visão mais completa dos seus desejos e necessidades. O segredo aqui é a empatia!

 

  1. Utilidade: Devemos pensar na utilidade de cada elemento do nosso layout e não pensar apenas em estética, devemos dar sentido e principalmente utilidade, pois não é interessante para o usuário duas formas de executar a mesma função, isso pode dificultar a sua experiência e o nosso objetivo é facilita-la e torna-la agradável.

 

  1. Usabilidade / Encontrabilidade: É nesta etapa onde a persona entra mesmo em ação, porque é aqui que a gente começa a traçar os passos dos nossos usuários, como qual a primeira informação que ele quer e onde ela ficará mais clara.

 

  • Exemplo:
    Eu quero comprar um tênis feminino tamanho 36 da Adidas, então ao entrar em um site qual a primeira coisa que eu vou fazer? Buscar esse produto.

    É no caminho de execução da busca onde a usabilidade deve entrar, definindo como fazer para o usuário encontrar o produto que ele deseja da forma mais fácil possível.

 

  1. Acessibilidade: Hoje em dia está cada vez mais comum as pessoas acessarem conteúdos pelos seus smartphones e tablets, pensando nisso ao criarmos um layout ou algum conteúdo digital devemos ter em mente como esse usuário vai ver o seu conteúdo e qual a melhor forma, devemos ir além do pensamento de que se ele quiser ver da forma correta deva ir para um computador. Se você perder a oportunidade de impactar o seu usuário no seu primeiro contato é muito difícil que você venha a ter essa oportunidade novamente.

 

  1. Design: Por último, o mais importante, o design. Nele você deve transmitir tudo o que foi pensado anteriormente atrelado a identidade da marca, de forma que a identidade seja identificada muito mais que pelo logo, mas sim pelo conceito, formas e emoções que ela transmite. Nessa etapa cabe ao designer dar vida e sentido ao seu layout.

 

Jaqueline Rocha
Designer Gráfica