Se você é ansioso, produz menos do que deveria, e não consegue gerir seu tempo, esse texto é para você.

Grande parte dos problemas que tive profissionalmente (e às vezes ainda tenho) foram por conta de ansiosidade e falta de senso de resolução.

Falta de “senso de resolução” é um termo que utilizo para entender quando estou em um momento onde os problemas ocupam mais espaço em minha mente que as soluções. Isso consome meu tempo e eu deixo de fazer o que tem que ser feito.

A forma de resolver isso, que encontrei, é seguindo alguns passos:

1 – Análise de controle

Tente entender no que realmente você tem controle.

Você pode controlar sua agenda, mas não a dos seus clientes; seu computador, mas não a conexão com a internet; sua alimentação, mas não a sua saúde…

Muitas coisas você controla, outras simplesmente acontecem. Por isso, não se sobrecarregue mentalmente com aquilo que você não controla, foque APENAS no que você pode fazer sobre isso.

2 – Ser transparente, com os outros e consigo

Não invente desculpas para si mesmo, nem para os que contam com você.

Trabalhe o diálogo interno e o externo, sendo sincero quanto as possibilidades de entregas, disposição e disponibilidade.

3 – Desenvolva um pensamento focado em meios

Pensar apenas no resultado final gera ansiosidade.

Crie metas intermediárias, para que possa ganhar agilidade mental.

O cérebro libera serotonina quando pensamos positivamente, e atingir metas, mesmo pequenas, ajuda com o nosso humor e disposição.

4 – Cobre bem

Nada é pior que trabalhar muito e ganhar pouco, isso desanima!

Entregue o melhor trabalho possível em troca da melhor remuneração possível.

Se for iniciante e ainda não pode cobrar muito, considere a remuneração menor como uma meta intermediária, conforme o passo 3, mas coloque o aumento desses valores como um de seus resultados de médio para longo prazo.

5 – Descanse

Assim como nos exercícios físicos, descansar é fundamental para que alcancemos melhores resultados.

É melhor 4 turnos de 2h de trabalho bem aplicadas que uma jornada direta de 8h.

O cérebro pensa melhor e produz mais quando trabalha em intervalos menores de tempo.

6 – Não olhar apenas para o próprio umbigo

Somos seres adaptáveis e adoramos uma zona de conforto!

Quer sempre buscar ser o melhor, independente da forma em que está?

Ame!

Quando você ama, seja sua esposa, esposo, filhos ou pais, você aprende a trabalhar por eles e se torna incansável.

Faça pelos outros, que isso se refletirá para si.

Ser um melhor profissional, e pessoa, é um exercício diário, e esses passos me ajudaram e ajudam a que eu consiga melhores resultados em minha vida.

E você, o que faz para conseguir sair dessa falta de senso de resolução? Você tem esse tipo de problema? Escreva aí nos comentários.

Deixe uma resposta